quarta-feira, 13 de maio de 2009

Que Tal O Afoxetal - The Dancing Demons (Ao Vivo Dr. Jekyll Bar Porto Alegre RS)

Hoje é um bom dia para publicar o primeiro vídeo de uma apresentação da The Dancing Demons, 13 de maio. Dia de Pretos Velhos, uma das entidade máximas na umbanda, figuras que representam a sabedoria vinda com a experiência. Que conhecem os caminhos de Aruanda, o poder das benzeduras, das ervas, da amizade, da compaixão. Esses negros velhos que a gente vê por aí, desconhecidos, tios, avós, pais. Cabelos brancos, movimentos lentos, olhar reflexivo e de sábias palavras.
Também em 1888 neste dia foi assinada uma lei. Decreto postergado por mais de cem anos. Acordos descumpridos pelo Império brasileiro sucessivas vezes, mas diante da pressão internacional a outorga da lei foi inevitável. Mas o país já estava se preparando para entrar em uma nova era, se tornar efetivamente parte do grande mercado consumidor capitalista, uma nação de homens livres para consumir. Para isso imigrantes foram cooptados em diversos países europeus, execelente tática: trocar favores com os poderosos e "clarear" a nação em formação. Após isso foi fácil, a Princesa Isabel só precisou assinar a Lei Áurea e os donos de terras e de escravos esvaziaram suas senzalas jogando os negros à sua própria sorte contratando a mão-de-obra, barata e especializada no plantio e no cultivo, do imigrante europeu. Com as grandes propriedades nas mãos dos Senhores e as pequenas doadas a imigrantes, sem direito a posse de terras, não sobrou muito ao negro além da mendicância, o trabalho pesado pouco ou não remunerado na base da troca por hospedagem e comida. Nasce assim o país livre, a tradição dos empregados domésticos, o povoamento das periferias a marginalização. Também nasce mais um mito, uma heroína brasileira que num ato de compaixão e extrema nobreza libertou os negros cativos brasileiros: Princesa Isabel, salve!
Salva de bala na cara! Na cara de quem escreve e ensina esta falácia nas escolas. Viva Zumbi! Viva Palmares!
Viva a quem tem consciência de sua negritude não a esconde e não espera favores. A micigenação não tira a raça nem a história de ninguém. Salve o afoxé, salve o metal, salve o afoxetal! Saravá!





gravado no Dr.Jekyll Bar Porto Alegre 06/05/09

2 comentários:

Alexandre Mattos disse...

massa...
coisas da internet
fui procurar por Pimenta Buena e encontro o vídeo da primeira apresentação da The Demons Dancing, muito bom o som, pesado e com conteúdo.
longa vida e sucesso.

Domício Grillo disse...

Fico duplamente satisfeito, pois encontraste a Pimenta Buena e ainda levou mais a The Dancing Demons de brinde. Bandas de estilos complementamente diferentes viva a diversidade e a qualidade da música independente. Continue passando pelo corja.net que coisas boas vão continuar passando por aqui.