sexta-feira, 17 de abril de 2009

Respeitem Nosso Ponto de Vista

Na postagem "O RS Que A rbs Não Mostra" escrevi sobre um tema que norteia o Corja.Net: discutir a mídia e pensar uma comunicação masi humana e menos corporativista. Busquei um exemplo de publicação fora do esquemão dentro do blog do cartunista Kayser.
A contribuição do amigo Jucá, que a bom tempo com seu O Dilúvio, levanta questões semelhantes trouxe novas considerações ao tema. Então reproduzo a postagem que trás à tona mais um abuso do poder de quem abusa da sociedade com o aval dos poderes que deveriam defendê-la. O caso já é comentário pelos corredores de todas as redações do RS e precisa ir além disso, mas conduzido por quem? Por quem tiver corajem de levá-lo para além da nuvem de fumaça. Nós estamos de ventilador na mão. E voltaremos ao tema várias vezes, com certeza.


"Mídia do chulé do país em busca do pensamento único
txt: Arlei Arnt
A imprensa do Rio Grande do Sul tem diversas famas: de ser a pior do Brasil e de cada veículo se pautar pelo outro. Como o pensamento é único, a pauta de hoje é repetir as notícias de ontem, e assim vamos nos informando na mesmice. Mas agora chegamos ao absurdo. O jornalista, professor e amigo Wladymir Ungaretti está proibido, pela (in)justiça, de citar o nome do fotógrafo super conhecido por Fotonaldo, cascateiro a serviço dos interesses do PRBS. Ungaretti, diariamente, desmascara a sacanagem que o panfleto Zero Fora metralha na cabeça dos idiotas que compram e sustentam isso que eles chamam de "jornalismo imparcial".
Nem imparcial, muito menos jornal. Zero Fora é o carro chefe do pensamento único do estado. Fotonaldo (apelido que o próprio não gosta de ser chamado, por ser verdade) é a marionete do grupo PRBS pra produzir fotografias cascatas, aquelas feitas por encomenda e especialmente produzidas pra passar alguma subjetividade, tais como esta inclusa neste post, em que ele, por uma absoluta sorte, está no lugar certo e na hora certa, pronto pra clicar.Por um breve tempo, após suas armações serem desmascaradas constantemente pelo professor Ungaretti, Fotonaldo foi pro gelo. E retornou com a glória. Após meses e meses, todos os dias, sentado na beira dum lago do Parque Moinhos de Vento, conseguiu filmar um cágado dando um bote mortal numa pomba. A cena ganhou o mundo, e Fotonaldo (apelido que o próprio odeia ser chamado, pois a verdade dói) retomou sua credibilidade perante os medíocres leitores de Zero Fora.
O DILÚVIO, como também outros blogs e sites autônomos, denunciam aquilo que em palavras reais se chama censura e autoritarismo. Já não bastam todos os grandes veículos repetirem a mesma merda todos os dias, o pensamento único agora se faz a força através de decisão judicial. Ninguém neste chulé levanta a voz, nem mesmo os pseudo radicais defensores da ditadura do proletariado (nada diferente da ditadura de imprensa), contra esse absurdo.
A PRBS pode nos censurar, mas jamais vai nos calar. Forza Ungaretti ! Foda-se Fotonaldo ! Quem compra, trabalha e sustenta essa máfia, é cúmplice do autoritarismo. Muitos jornalistas da empresa foram nossos colegas de faculdade. Se antes tínhamos um pouco de compreensão, agora perdemos nosso total respeito. Fodam-se também!"
postado originalmente em http://odiluvio.blogspot.com 25/03/09

3 comentários:

blog O DILÚVIO disse...

Grillo, fico feliz em ver um txt nosso reproduzido, ainda mais no seu blog. essa cousa de creative commons realmente funciona, caso contrário, ou vc teria q nos pedir permissao pra reproduzir, ou a gente meteria um processo por quebra dos direitos autorais (na suécia, esta semana, botaram 4 do pirate bay na cadeia).
massa! precisamos difundir a cultura e a informaçao sem burocracia. mas voltando ao tema central do post, é isso ae, td mundo sabe nos corredores das redações, mas o povo nao sabe disso, precisa saber, nem que seja aos poucos e lentament.

grand abraço mermao!

Domício Grillo disse...

O mais foda é saber que na midia atual toda as noticias tem uma unica fonte da qual todas as emissoras buscam suas matérias. Como todas as emeissoras compram esse material acabam por trabalhar como este fosse delas (paguei é mweu), então ninguem cita a fonte, no caso uma agencia de noticias internacional.
No esquema criative comons mais do que pagar, o lance é reserver o direito autoral e citar quem realmente criou. Assim o corja.net nunca deixou, nem deirá de citar suas fontes. Duvide de nós e duvide de nossas fontes, vá atrás e descubra sua verdade.Mas vá adiante

blog O DILÚVIO disse...

nao discordo! é isso ae!